DELIM GÁS

DELIM GÁS

4 de outubro de 2011

Uma gigantesca cobra salamanta é encontrada no Povoado Rajada


Uma imensa cobra da espécie salamanta, medindo 2 metros e 20 centímetros, foi encontrada hoje pela manhã lá no Povoado Rajada, nas proximidades da fazenda de propriedade de Carlos Alberto de Assis.
O vaqueiro de Carlinhos o senhor Manoel Patrício dos Santos, popularmente conhecido na comunidade Rajada por Neném de Luzia, foi quem encontrou a cobra caminhando rumo ao rio e, segundo o vaqueiro, já há alguns dias que ele vinha sentindo falta de alguns borregos e que tudo leva a crer que aquele animal vinha degustando dos filhotes da propriedade.
Não temos informações se a cobra foi capturada para ser encaminhada aos órgãos ambientais ou se ela desapareceu sobre a mata da comunidade.
Veja alguns dados da espécie:

Salamanta

Nome popular: Salamanta, Jibóia Vermelha
Nome científico:
Epicrates cenchria
Dentição: áglifa
Alimentação básica: roedores, aves
Reprodução: vivípara
Tamanho: 1,20 metros
Hábitat: mata amazônica e cerrado
Atividade: noturna
Serpente de hábito terrícola. Não é muito pacífica podendo morder quando molestada. Mata suas presas por constricção. Uma de suas características é apresentar a pele com iridescência, que não é causado por pigmentação, mas pelas propriedades físicas da luz, que quando incide sobre as escamas se decompõe em vários espectros e cada comprimento de onda produz uma cor diferente, produzindo o efeito de iridescência. Apresenta diferentes sub-espécies, sendo que na Amazônia temos a E.c.cenchria e nos cerrados do Sudeste e Centro-Oeste a E.c.crassus, além de outras.
NÃO PEÇONHENTAS (informações obtidas no site do Instituto Butantã).

Nenhum comentário:

Postar um comentário