DELIM GÁS

DELIM GÁS

12 de agosto de 2015

Em audiência no Ministério da Saúde, governador destaca regionalização e hospital Terciário


Os benefícios da regionalização da Saúde no Rio Grande do Norte e a instalação de um hospital terciário em Natal foram alguns dos assuntos tratados pelo governador Robinson Faria em audiência no início da noite desta quarta-feira (12) no Ministério da Saúde, em Brasília. O chefe do Executivo estadual foi acompanhado pela senadora Fátima Bezerra, pelo deputado federal Fábio Faria, pelo secretário de Estado da Saúde Pública, Ricardo Lagreca e pelo deputado estadual Galeno Torquato.
Na reunião, Robinson Faria destacou os avanços na pasta desde o início do ano e a enfatizou a importância da regionalização. “Desde que assumimos o governo trabalhamos para mudar a realidade da saúde no nosso estado, e hoje estamos mostrando aqui no Ministério o quanto avançamos nesse assunto que já vem sendo discutido no RN há anos e sem nenhuma solução”, disse o governador, adiantando que o lançamento do programa da regionalização, que já começa a ser operacionalizado nos municípios do interior potiguar, será lançado no próximo dia 10 de setembro, com previsão de participação de Chioro. Atualmente, as cartas de intenção das oito regiões do RN estão sendo assinadas.

Outro ponto abordado na reunião foi a instalação de um hospital terciário, que dará suporte aos hospitais regionais, sobretudo na área de trauma.  Ricardo Lagreca declarou que “a unidade terciária atenderá os casos mais complexos, aqueles que os hospitais de referência não puderem resolver. E outra boa notícia é que no momento que se organiza a rede terciária há um caminho viável para que se crie um hospital de trauma. Sem dúvidas, é um grande empreendimento”, disse o secretário de saúde.
Além da regionalização e do hospital, foram abordadas também a questão das infovias para a área da saúde. Infovias são redes de alta velocidade de internet que interligam, por exemplo, escolas, unidades de saúde e setores da segurança pública. Especificamente para a área, a rede facilitará o intercâmbio de informações entre postos, unidades básicas e hospitais de todos os municípios do estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário