DELIM GÁS

DELIM GÁS

14 de agosto de 2015

Presidente da Assembleia participa de reunião da bancada federal em Brasília

Os projetos que têm recursos federais no Rio Grande do Norte foram debatidos, nesta quinta-feira (13), em reunião com a bancada federal em Brasília. O presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira (PMDB) - que cumpre agenda em Brasília - participou da reunião entre os deputados federais e senadores.
Em pauta, os projetos de infraestrutura em trechos rodoviários, projetos de irrigação e sistemas de abastecimento de água. "Os projetos que beneficiam a população do interior do Estado que sofre com a falta de água são prioridades para a bancada estadual e também para a federal, uma clara demonstração de que a questão do enfrentamento da seca é hoje o nosso maior desafio", destaca Ezequiel.
Entre os projetos debatidos pela bancada federal estão o direcionamento de emendas para a Barragem de Oiticica; Barragem de Santa Cruz do Apodi; construção de anéis viários em Caicó, Areia Branca e Mossoró e obras de infraestrutura em Natal.
Os senadores presentes na reunião, Fátima Bezerra (PT) e Garibaldi Alves (PMDB), que também acompanharam as audiências do representante da bancada estadual nos Ministérios das Comunicações e Integração, reafirmaram o compromisso de pedir celeridade aos projetos do Rio Grande do Norte.
O debate dos projetos foi feito ainda pelos deputados federais Betinho Rosado (PP); Fábio Faria (PSD); Rafael Motta (PROS) e Felipe Maia (DEM). Os parlamentares Antônio Jácome (PMN), Walter Alves (PMDB), Rogério Marinho (PSDB) e Zenaide Maia (PR) também defenderam os projetos.

As ações da bancada federal estão em tramitação nos Ministérios da Integração Nacional e Transportes.
Emendas parlamentares – deputados federais
De acordo com a Constituição, a emenda parlamentar é o instrumento que o Congresso Nacional possui para participar da elaboração do orçamento anual. Por meio das emendas os parlamentares procuram aperfeiçoar a proposta encaminhada pelo Poder Executivo, visando uma melhor alocação dos recursos públicos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário