DELIM GÁS

DELIM GÁS

11 de agosto de 2015

Taxa de energia contribui para aumento da inflação enquanto preço da cesta básica caí na maioria das capitais

O aumento nas tarifas de energia impulsionaram a alta do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em julho. A conta de luz ficou 4,17% mais alta naquele mês, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A alta total do IPCA do mês passado foi de 0,62% e a tarifa de energia elétrica respondeu por 0,16 ponto porcentual deste aumento. A taxa de energia foi a principal vilã, mas a de água e esgoto e o condomínio também somaram um impacto negativo. O grupo Habitação avançou 1,52% em julho.

Segundo o IBGE, a alta foi muito influenciada pelas regiões metropolitanas de Curitiba (PR), aumento de 11,40%, e São Paulo (SP), com aumento de 11,11%. Em outras regiões os impostos baratearam as contas de junho para julho. Em Vitória (ES) a queda chegou a 8,67%, seguida por Salvador (BA), com recuo de 4,67%.

No caso das taxas de água e esgoto, o aumento médio foi de 2,44% em julho. Sete regiões foram atingidas, com destaque para Goiânia (GO), onde a elevação foi de 19,56%.

Preço da cesta básica

De acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em julho, o preço da cesta básica caiu em 11 das 18 capitais pesquisadas. Belém (PA) com -4,76%; Manaus (AM), com -3,27%; Natal (RN), com -3,03% e Recife (PE), com -2,87%, registraram as maiores quedas.

Por outro lado, todas as cidades registram alta no valor do conjunto de alimentos básicos, nos últimos 12 meses. São Paulo tem a cesta mais cara, no valor de R$ 395,83. Em seguida, estão Porto Alegre (R$ 383,22), Florianópolis (R$ 376,69) e o Rio de Janeiro (R$ 372,24).

Os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 285,44), Natal (R$ 293,58) e João Pessoa (R$ 306,53).

Itens da cesta
Pão francês, açúcar, leite e carne bovina tiveram predominância de alta. Os preços do óleo de soja e tomate recuaram na maioria das capitais. A alta do pão ocorreu em 16 capitais. Ela foi provocada pelas chuvas na Região Sul que destruíram parte da lavoura de trigo. Além disso, o trigo importado ficou mais caro por causa da elevação do dólar.

A baixa no preço do óleo de soja ocorreu em 17 cidades. Apenas Aracaju apresentou alta, de 5,21%. As quedas variaram entre 3,15%, em Campo Grande, e 0,28%, em João Pessoa.

Salário mínimo
Segundo o Dieese, o salário mínimo deveria ser de R$ 3.325,37 para suprir despesas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e Previdência, conforme estabelece a Constituição Federal. Este valor é 4,22 vezes maior que o mínimo atual, de R$ 788.

Nenhum comentário:

Postar um comentário