DELIM GÁS

DELIM GÁS

10 de setembro de 2015

Governador ressalta avanços do RN durante Encontro dos Profissionais do Turismo de Natal

O governador Robinson Faria ministrou palestra durante Encontro dos Profissionais do Turismo de Natal, realizado no Hotel Serhs, na noite desta quarta-feira (9). Entre vários tópicos, o líder do Executivo estadual destacou as conquistas do RN no segmento a partir da redução da alíquota do ICMS sobre o querosene de aviação (QAV), medida tomada logo no início da gestão.
“Com essa decisão, ampliamos nossos voos, recebemos mais turistas e injetamos R$ 200 milhões a mais em nossa economia", destacou, acrescentando que os frutos agora colhidos são resultado de um governo técnico. A taxa de ocupação dos hotéis no RN cresceu 10% em comparação ao ano passado, e só neste ano, a CVC avançou 23% em volume de vendas para Natal.
Entre as conquistas, o governador citou os voos diretos para Buenos Aires, Milão e também para a Ilha do Sal, além da retomada de voos charters pela CVC, Azul, TAM e Visual. Os voos Natal-Belo Horizonte e Natal-Campinas também foram lembrados. “O turismo beneficia hoje 120 mil pessoas no nosso Estado e estamos trabalhando para ampliar ainda mais este número”, salientou.

Robinson afirmou ainda que o Governo está trabalhando em várias frentes. "O turismo tem que estar associado a outros fatores, como a segurança, que tem sido um ponto forte do nosso governo", ressaltou, lembrando que o verão de 2015 foi o mais seguro dos últimos anos.
O evento dos profissionais de turismo, idealizado e promovido pela jornalista Cristina Lira, tem como finalidade reunir atores do segmento para networking e troca de ideias, focando em negócios. O Encontro já acontece em Natal há cinco anos. Também participou da palestra o secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar.
Hub
Durante o momento de sabatina, o governador também falou da disputa pelo Hub da Latan. “Esta é uma oportunidade de ouro que vai acelerar o desenvolvimento do nosso turismo e movimentar a economia do Estado”, afirmou. Para ele, o RN tem todas as condições técnicas para ser escolhido.
“Retomamos as obras dos acessos norte e sul ao aeroporto, reduzimos o ICMS do querosene de aviação e dispomos da refinaria Clara Camarão para dar suporte à produção de combustível. Nossa localização geográfica é outro diferencial. Temos a maior rede hoteleira do Nordeste, com 40 mil leitos, e a satisfação da ampla maioria dos nossos 2,5 milhões de turistas por ano”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário