DELIM GÁS

DELIM GÁS

29 de outubro de 2015

Atraso de salário, devolução de programas, prefeita de Pilar (PB) tenta amenizar a crise

“Estou desesperada, viemos pedir socorro”, lamenta a prefeita de Pilar (PB), Virginia Veloso, em visita nesta quarta-feira, 28 de outubro, à Confederação Nacional de Municípios (CNM). Como grande parte das prefeituras brasileiras, Pilar depende do recurso do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Com a crise econômica no Brasil e também com o impacto das desonerações do passado, o FPM diminuiu seu valor, mas as dívidas municipais só aumentaram.

Para amenizar os problemas a prefeita está devolvendo todo o maquinário recebido pela União já que agora sequer tem dinheiro para encher os tanques de combustível. Além disto, também encerrou o Programa Saúde da Família (PSF).

Em reunião com a área técnica de educação da CNM, a prefeita foi aconselhada a ficar atenta quanto as adesões dos programas do governo. Uma vez que, após aceitar esses programas, o Município fica "preso" e dependente de recursos que muitas vezes não suprem todas as necessidades. Outro alerta feito pela técnica é a atenção aos repasses. Muitos Municípios têm sido prejudicados por atrasos dos recursos dos programas. Para entender a situação do Município, a CNM enviou ofícios ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) solicitando esclarecimentos e reivindicando posicionamento, pois, o fim de ano se aproxima e até agora a prefeita não recebeu recursos de alguns programas.

Se não receber o recurso esperado a prefeita pretende demitir 192 funcionários da Educação e encerrar o ano letivo em novembro. “Nunca atrasei um salário, mas de uns meses para cá a previdência pega todo o nosso FPM, já estou devendo salário há dois meses. É uma situação trágica e preocupante” desabafa inconformada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário