DELIM GÁS

DELIM GÁS

20 de outubro de 2015

"Meu nome é Ayrton Lucas, sou de Carnaúba dos Dantas/RN", as primeiras palavras ditas por quem gosta de sua terra natal.

“Meu nome é Ayrton Lucas, sou de Carnaúba dos Dantas, no Rio Grande do Norte, cheguei no ano passado, joguei contra o Fluminense e eles gostaram de mim". A timidez e a modéstia marcaram a primeira entrevista coletiva de Ayrton no Fluminense. No entanto, o lateral de 18 anos, que estreou como profissional do Tricolor no último domingo (18), demonstrou boa desenvoltura para lidar com as câmeras, assim como fez para driblar as dificuldades diante de um Mineirão quase lotado, na derrota do time carioca, por 2 a 0, para o Cruzeiro. Depois de uma breve apresentação, em poucas palavras, o jogador resumiu a experiência inédita e lamentou o revés.

Essa experiência foi ótima. O estádio estava lotado, pressão, ansiedade. Infelizmente, nós saímos com o resultado negativo, mas temos que pensar no próximo jogo (...) Não foi o resultado que a gente esperava, mas não adianta - disse.

O discurso curto ainda terá bastante tempo para ganhar forma, assim como as atuações do atleta, pois ele mesmo já projeta a perfeição:

- Eu sou um lateral que apoia bem, mas na marcação também. A cada dia procuro melhorar - destacou Ayrton, que também prefere não fazer autoavaliações:

- Sinceramente, não gosto de falar se fui bem ou não. Prefiro que os outros falem.

O Fluminense volta a campo nesta quarta-feira (21), para encarar o Palmeiras, pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil. No sábado, o duelo é contra o Atlético-PR, pelo Campeonato Brasileiro. Ambos os jogos acontecem no Maracanã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário