DELIM GÁS

DELIM GÁS

9 de novembro de 2015

Governador fala de medidas contra a crise durante o Seminário Motores do Desenvolvimento

O público presente hoje (9) pela manhã, na Fiern, para o 25º Motores do Desenvolvimento ouviu do governador Robinson Faria as diversas medidas tomadas pela atual gestão para o enfrentamento da crise brasileira, tendo como mote o tema “Brasil, vamos crescer!”.  “Estamos todos num momento em que precisamos de união e parceria. Convoco vocês empresários aqui presentes a construirmos uma nova página na história política do Rio Grande do Norte”,  disse o governador ao público, formado especialmente por empresários.

Diversos pontos foram abordados por Robinson Faria durante seu discurso de abertura do evento, que contou também, dentre os convidados, com a palestra do secretário de Planejamento e das Finanças (Seplan), Gustavo Nogueira.  Um Estado endividado em quase R$ 1 bilhão; a crise hídrica e o colapso do sistema prisional há anos sem planejamento foram alguns itens citados pelo chefe do Executivo para destacar o momento de crise do Estado. “Mas, somos um governo otimista e que tem medidas concretas para o enfrentamento dos problemas: diante do que encontramos, iniciamos uma série de ações para redução de gastos com a máquina pública; nunca outros setores da sociedade civil tiveram tanto diálogo com um Governo; temos uma equipe técnica motivada; e tanto a auditoria que foi realizada, quanto o recadastramento que estamos fazendo agora, assim como a implantação do novo modelo de gestão  são medidas que pretendem combater anomalias e irregularidades”, destacou  Robinson Faria.


No âmbito do turismo, o governador lembrou as ações que tem tomado desde o início do ano para atrair investimentos e que culminou com a entrada do Estado na disputa pelo Centro de Conexões da Latam, mais conhecido como Hub da TAM. “O Rio Grande do Norte não estava nem cogitado. Agora é um forte candidato. Os pessimistas dizem que esse adiamento recém anunciado é ruim para o Estado. Pelo contrário. A presidente da TAM (Cláudia Sender) me informou que serão feitas novas consultorias técnicas e essas consultorias serão positivas para o nosso Estado”.

Nas questões do saneamento e segurança pública, o governador Robinson Faria também enfatizou as obras já em andamento que garantirão 100% da capital saneada, assim como redução de crimes em 17%, dados fornecidos por uma Câmara Técnica de Mapeamento Internacional.  “Turismo não existe sem segurança pública ou sem uma cidade limpa e saneada”, pontuou.

Sobre o anúncio de fechamento da Ambev, o governador fez questão de frisar que a multinacional tomou essa decisão não só no Estado, como também em São Paulo e Sergipe. “É comum as empresas fazerem isso. Quando terminam os prazos de incentivo fiscal (a Ambev teve vinte anos no Proadi), elas vão embora. Mas temos um novo Proadi e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Flávio Azevedo, já está conversando com a Ambev para que ela permaneça”, informou aos presentes o governador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário