DELIM GÁS

DELIM GÁS

11 de novembro de 2015

Justiça Federal suspende reajuste de 43% na tarifa de luz em Roraima

A senadora Ângela Portela (PT-RR) comemorou decisão da Justiça Federal pela suspensão, em liminar, do reajuste de 43% na tarifa de energia elétrica em Roraima.

A juíza Luzia Farias da Silva Mendonça, da 4ª Vara da Seção Judiciária daquele estado, argumentou que a tarifa de eletricidade não pode ser reajustada a ponto de inviabilizar o seu pagamento pelos usuários, disse a senadora.

— A decisão traz aos roraimenses a esperança de que se fará justiça, uma vez demonstrada a inconsistência do reajuste imposto pela Aneel [Agência Nacional de Energia Elétrica] — afirmou ela em pronunciamento no Plenário do Senado nesta quarta-feira (11).

Ângela Portela ainda cobrou do governo federal uma solução para os apagões que atingem Roraima. No último domingo, Boa Vista ficou horas sem energia, o que gerou prejuízos às pessoas e às empresas, lamentou ela.

Segundo a senadora, a solução poderia vir da conclusão das obras que vão incluir Roraima no sistema interligado nacional. Ela explicou que a obra está parada porque as linhas de transmissão passam por uma reserva indígena.

Por isso, a parlamentar pediu que o governo resolva logo esse impasse para que a energia gerada em outras regiões do país possam abastecer Roraima.

— O que cobramos é pressa na interligação, é melhoria no sistema, é combate ao sucateamento. É, enfim, a garantia de um tratamento justo, comparável ao que ocorre com os demais consumidores de energia de todo o território nacional — disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário