DELIM GÁS

DELIM GÁS

31 de dezembro de 2015

João Maia comemora publicação do contrato para duplicação da Reta Tabajara

O Diário Oficial da União desta quinta-feira, 31 de dezembro, trouxe a publicação do contrato para execução das obras de duplicação da BR 304 no trecho entre os km 281 e 308 que vai de Macaíba ao trevo para o Seridó, a tão conhecida Reta Tabajara. O ex-deputado federal João Maia, que tanto se empenhou, comemora a boa notícia.

Ao todo serão investidos R$ 237 milhões nas obras de “adequação da capacidade, duplicação de pista de rolamento, restauração, segurança de tráfego, eliminação de pontos críticos, implantação de vias marginais e construção de obras de arte especiais”, segundo consta no extrato do contrato. A empresa responsável pela execução é a IVAI Engenharia de Obras SA, do Paraná.

“Estou muito feliz. Considero isso um verdadeiro presente de ano novo para todo o estado. Sinto-me realizado ao chegarmos a esta etapa definitiva de uma luta de 10 anos que resolvi encampar, tendo que enfrentar muitas adversidades, sem nunca ter desistido”, declarou João.

Considerado o ponto de maior congestionamento entre as rodovias do RN e sendo a principal via de acesso ao interior do estado, a chamada Reta Tabajara chegou a ter obras iniciadas há alguns anos, mas a empresa contratada desistiu, o que terminou causando um imbróglio burocrático que travou a execução por vários anos.

O contrato publicado contempla a duplicação dos 16 Km da Reta Tabajara e mais a construção de 8 viadutos e a abertura de marginais em 21,7 Km  da rodovia, situados entre o Viaduto Trampolim da Vitória, em Parnamirim, e o entroncamento com a BR-226.

“Esta é a grande notícia para a virada do ano no Rio Grande do Norte. Muitos falaram nesta obra. Eu me dediquei e trabalhei firme. Desde a emenda que destinei no meu primeiro mandato de deputado até hoje. Acompanhando cada passo, superando cada dificuldade. O que temos agora não é anúncio nem promessa. É contrato assinado e publicado. Resultado de uma grande luta. Quero externar meu agradecimento à presidente Dilma e à atenção que o ministro Antônio Carlos Rodrigues, que é do meu partido, teve com os nossos apelos, inclusive vindo ao estado para ajudar na solução dos entraves desta obra”, concluiu João Maia.


Com a publicação do contrato, as obras devem ser reiniciadas já nos primeiros meses de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário