DELIM GÁS

DELIM GÁS

28 de março de 2016

MEC abre 105 mil vagas para docentes complementarem sua formação

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou nesta segunda-feira (28) a abertura de 105 mil vagas para docentes efetivos da rede pública complementarem sua formação. O anúncio foi feito após o ministro apresentar dados do Censo de Educação Básica 2015.

No Brasil, dos 709.546 professores que lecionam uma ou mais disciplinas, 374.829 precisam complementar sua formação. Os docentes listados são dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio.

A complementação necessária tem vários níveis. O docente pode ter bacharelado na disciplina que ensina, mas sem licenciatura. Também pode ter licenciatura em uma área diferente daquela que leciona. Ou outra formação superior – por exemplo, um engenheiro que ensina física. E até não possuir curso superior completo.

Segundo o ministro, o grande desafio está na área de ciências: física, química e matemática. Em física, 68,7% dos professores que ministram as aulas da disciplina não tem licenciatura ou formação nela. Já em química e matemática, são 46,3% e 51,3% respectivamente.

"Nós só formamos 1.826 físicos por ano, precisamos de 19.161", destacou Mercadante.

A proposta do MEC (Ministério da Educação) para resolver esta lacuna é estimular os professores, que já lecionam disciplinas nas quais não tem licenciatura ou formação, a complementarem os estudos.

Das 105 mil vagas anunciadas para o segundo semestre, 24 mil são presenciais – 20 mil das vagas remanescentes nas universidades federais e 4 mil em institutos federais. Já 81 mil serão a distância pela Universidade Aberta do Brasil.

Mercadante destacou que é prioridade do MEC ofertar vagas para que os docentes complementem sua formação. Se necessário, o Ministério fará um pacto com as universidades privadas. "Para 2016 e 2017, não vai faltar vaga para professor se formar no Brasil", declarou.

Os docentes interessados nas vagas devem se inscrever pela Plataforma Freire (http://freire.capes.gov.br), entre 5 de abril e 5 de maio. As Secretarias de Educação dos Estados validarão as inscrições entre 6 de maio e 6 de junho. O resultado será divulgado em 30 de junho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário