DELIM GÁS

DELIM GÁS

19 de março de 2016

Professores de História do IFRN lançam carta aberta à nação

Nós, professores de História do IFRN em carta aberta à nação

Pelo respeito ao Estado democrático de direito

Na política, a disputa e o debate são componentes essenciais para a construção das sociedades que se erguem com base na igualdade dos direitos. Nas últimas semanas, estamos assistindo a escalada do acirramento político em nosso país.

No Brasil, vivemos diversos períodos de exceção e, portanto, de desrespeito à democracia, ao longo do século XX. Historicamente, sabemos o quão difícil foi (e ainda é) a construção plena do Estado de direito. Somos conscientes de que muitos lutaram, inclusive com suas próprias vidas, por direitos dos quais hoje podemos usufruir.

Entretanto, desde as mais recentes eleições, as regras do jogo democrático vem sendo constantemente postas à prova. Nas últimas semanas, vivemos uma fase de flagrantes desrespeitos aos direitos democráticos.

Estarrecidos, acompanhamos o uso seletivo e até mesmo ilegal de instrumentos jurídicos. Indignados, assistimos veículos que deveriam ser de comunicação agirem em benefício próprio. Repudiamos tanto o uso da lei em benefício próprio, bem como o estímulo da mídia hegemônica na promoção da desordem com fins políticos.

Nós, docentes do Núcleo Central Estruturante de História do Instituto Federal do Rio Grande do Norte, nos posicionamos veementemente contrários a qualquer tentativa de golpe político conduzido por instrumentos jurídicos ou midiáticos que ameace direitos de quaisquer setores, que almeje burlar as regras do jogo democrático e que ameace a paz social.

Somos diametralmente opostos à quaisquer ação que vise desrespeitar a democracia no Brasil e registramos nosso apoio àqueles e àquelas que defendem os valores institucionais. Diante da atual conjuntura política em nosso país, reiteramos nossa defesa pelos valores fundamentais da democracia. A igualdade de direitos é inegociável. Nossa democracia deve permanecer soberana.

O respeito à Constituição é inseparável da democracia. Não podemos permanecer inertes. Abaixo, assinamos, contra as violações que estão sendo cometidas contra o Estado de democrático de direito.

Abaixo, assina esta carta o Núcleo Central Estruturante de HISTÓRIA.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário