DELIM GÁS

DELIM GÁS

1 de abril de 2016

Governo consegue liberação de R$ 65 mi remanescentes do Proinveste e garante novo ritmo às obras do Pró-Transporte

O Governo do Rio Grande do Norte conseguiu a liberação dos R$ 65,8 milhões remanescentes do Proinveste, nesta quinta-feira (31). A maior parte destes recursos, R$ 48,3 milhões, será utilizada na contrapartida do Pró-Transporte, o que dará novo ritmo às obras dos dois grandes eixos de mobilidade urbana da Zona Norte de Natal.

A liberação dos recursos aconteceu dois dias após o governador Robinson Faria reunir-se em Brasília com o Ministro das Cidades, Gilberto Kassab, e com o presidente do Banco do Brasil, Alexandre Corrêa Abreu. A luta para destravar a liberação, entretanto, vem desde o início da atual gestão.

“O governo tem trabalhado arduamente para viabilizar estes recursos. Com muito empenho, conseguimos vencer os trâmites burocráticos, e agora poderemos tocar obras estruturantes importantíssimas para o estado e para Natal, como as obras do Pró-Transporte”, assinalou o governador Robinson faria.


Em dezembro do ano passado, o líder do Executivo estadual sancionou uma lei que restabeleceu a legislação aprovada em 2012. A modificação na destinação dos recursos feita através de uma lei aprovada pelo governo em 2014 ocasionou o aprisionamento dos recursos.

Além dos R$ 48,3 milhões para a contrapartida do Pró-Transporte, ainda foram liberados R$ 6,2 milhões para a construção do Campus e aparelhamento da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) em Natal e R$ 10,7 milhões para a construção, restauração e conservação de rodovias em todo o estado.

NOVO RITMO

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Jader Torres, a partir de abril as obras do Pró-Transpote devem assumir um novo ritmo. Torres explicou que a falta destes recursos estava emperrando a obra como um todo.

“Este recurso do Proinveste paga a contrapartida, paga o reajustamento, paga a empresa que faz levantamento patrimonial e paga as indenizações”, enumerou. “A falta deste montante estava travando a obra toda. Tem recursos da Caixa, por exemplo, que não podíamos aplicar na obra porque não tinha a contrapartida. Não havia área liberada pra trabalhar porque não tinha como pagar indenizações. Esta liberação vai possibilitar que a obra ande em um ritmo pleno”, assinalou.

PRÓ-TRANSPORTE

O Pró-Transporte consiste na criação de dois grandes eixos em pista dupla. O primeiro, denominado Eixo Fronteiras, parte do Gancho de Igapó, na Av. Tomaz Landim, percorrendo a Avenida das Fronteiras, a Av. Rio Doce e a Av. Tocantínea, até o entroncamento com a Av. Moema Tinoco. O segundo grande eixo, chamado de Eixo Moema Tinoco/Conselheiro Tristão, é a continuação do primeiro, ao longo da Av. Moema Tinoco e a Av. Conselheiro Tristão até o encontro com a Av. João Medeiros Filho (estrada da Redinha), onde será construído o Viaduto da Redinha, que dá acesso à Ponte Newton Navarro.


Além da duplicação dos corredores viários, o ponto alto das obras está relacionado à mobilidade de pedestres e à valorização do transporte público, necessária para o pleno funcionamento do tráfego na região. A implantação de corredores exclusivos de ônibus será um dos diferenciais da obra que tem como objetivo dar fluidez ao transporte coletivo, além de contar com 108 novos abrigos de ônibus. Outro benefício aguardado pela população, e que será implantado no Pró-transporte, é a criação de 11 quilômetros de ciclovia, dando segurança a esse meio de locomoção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário