DELIM GÁS

DELIM GÁS

10 de junho de 2016

Na história! Após relação intensa, Fred se despede do Fluminense

Foram 288 jogos, 172 gols. Herói de conquistas como o Campeonato Brasileiro de 2012. Depois de mais de sete anos de uma intensa relação e a terceira posição entre os maiores artilheiros da história do clube, o atacante Fred encerrou nesta sexta-feira o ciclo como atleta tricolor. Coube ao presidente Peter Siemsen iniciar a entrevista coletiva no Salão Nobre e falar sobre o momento.

- Queria agradecer ao Fred por tudo o que ele fez pelo Fluminense nesse tempo, um jogador extraordinário. Pessoa que sempre podemos contar nos momentos difíceis e nas alegrias. A saída não quer dizer que a situação financeira do Fluminense está ruim. É um dos poucos clubes que não fez antecipação de TV. Ou de qualquer recebível do ano que vem. Estamos com salários e impostos em dia. A falta de um patrocínio master é ruim, mas estamos trabalhando bastante para enfrentar e superar os problemas impostos pela crise econômica e política do pais. Mas clube tem seu planejamento, vai contratar, se reforçar. Estamos otimistas de brigar pelo título e vaga na Libertadores – afirmou.

Por sua vez, o atacante agradeceu ao Fluminense, clube que foi mais importante de sua trajetória no futebol.

Vou ter um pedacinho na história. Mas falar onde fico é ruim. No meu coração é o clube que mais representa para mim. O que mais me deu as mãos, me acolheu no momento mais marcante, onde fui mais vitorioso… Todas as palavras que tento usar para expressar o que estou sentindo é quase impossível. Hoje em dia é difícil criar um vínculo, ter uma ligação tão forte. Tentar passar minha gratidão a todos do clube. Quero me despedir do elenco. Tudo foi muito rápido. Tive cuidado pois sei como é a paixão do torcedor. Se eu viesse mais cedo, teriam fotos nas redes sociais, todos falando. Não quis criar esse desgaste. Mas com certeza vou voltar para me despedir dos meus irmãos – disse o jogador, que ainda deixou claro que não teve nenhum desconforto na saída do Tricolor:

- Desconforto nenhum, só tenho gratidão por tudo que fizeram por mim. Não estava tão simples. Foi uma coisa clara, vamos ver alguma coisa, tá tudo ok? Vamos embora. Caminhou bem, aceitação normal. Uma hora ia chegar.


Ainda na entrevista, o presidente Peter Siemsen afirmou que o dinheiro economizado com a saída de Fred será investido no time.

Ficam os gols, as grandes lembranças. Fred está na história como um dos grandes atletas do time das três cores que traduzem tradição.

Comunicação Institucional FFC
Fotos: Mailson Santana / Divulgação FFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário