DELIM GÁS

DELIM GÁS

16 de setembro de 2016

Juízes eleitorais e autoridades da segurança pública participam de reunião geral no TRE-RN

Representantes do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) e autoridades dos órgãos de segurança pública do Estado se reuniram na sexta-feira (16) para definir os últimos detalhes das Eleições que acontecem no próximo 02 de outubro. O evento começou às 9h com o discurso do presidente da casa, Desembargador Dilermando Mota.
O presidente, em conversa descontraída, contou aos juízes das zonas eleitorais algumas experiências que passou quando exercia a mesma função e ressaltou a importância do papel que o Magistrado exerce na eleição. “No pleito dessas pequenas cidades a disputa é ainda mais acirrada do que em outros locais, por isso é fundamental que o juiz conheça a população”, destacou o presidente do TRE-RN.
Em seguida, foi a vez do corregedor do TRE-RN, Desembargador Ibanez Monteiro, dar boas vindas aos juízes e desejar sorte nos trabalhos eleitorais. Ele também falou da carência de servidores em algumas comarcas do interior e sobre a possibilidade de concurso público em 2017. Já o procurador regional eleitoral, Kleber Martins, informou que o Ministério Público está à disposição para garantir tranquilidade nas eleições.
Para encerrar a primeira etapa da reunião, a Diretora Geral do TRE-RN, Andrea Campos, apresentou ações do Tribunal para que o pleito ocorra dentro da normalidade e atitudes que estão sendo tomadas para integrar cada vez mais a sede com os fóruns do interior.
À tarde, o tema central da reunião foi segurança. Representantes dos órgãos de segurança pública do RN se reuniram no Centro de Operações da Justiça Eleitoral (COJE) para apresentar suas principais ações para o dia do pleito. Marcaram presença os comandantes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, além dos secretários geral e adjunto da Segurança Pública, Polícia Civil, Federal, Rodoviária e Exército.
De acordo com o Comandante Geral da PM, Coronel Dancleiton Pereira Leite, 3.096 policiais vão trabalhar no apoio aos municípios, com atividades como escolta e recebimento de urnas nos locais de votação e acompanhamento dos juízes eleitorais. A Polícia Federal vai disponibilizar 110 agentes para atender ocorrências. Entre as funções estão o cumprimento de mandatos de busca e apreensão, flagrantes e apoio a PM em municípios com alta demanda. Já a Polícia Civil estará presente nas comarcas do interior do estado, com delegacias prontas para agir em qualquer incidente.
À Polícia Rodoviária Federal cabe a fiscalização para o cumprimento da Lei Seca e o combate ao transporte ilegal de eleitores e dinheiro. Em caso de acidentes nas rodovias, o Corpo de Bombeiros estará a postos. O comandante do CB, Coronel BM Otto Ricardo Saraiva, garantiu reforço nas guarnições de Natal, Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros. Nestas cidades, os bombeiros também vão atuar nos locais de apuração dos votos. Sobre a vinda das Tropas Federais para o reforço da segurança pública no Estado no dia das Eleições, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá tomar esta decisão na próxima na próxima terça-feira (20).

Nenhum comentário:

Postar um comentário