DELIM GÁS

DELIM GÁS

15 de outubro de 2016

Mudanças no Mais Educação não estão claras, alerta CNM

No dia 11 de outubro, foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) as Portarias 1.144 e 1.145 do Ministério da Educação (MEC) que instituem, respectivamente, o Programa Novo Mais Educação, no ensino fundamental, e o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral.

Até agora, criado pela Normativa Interministerial 17/2007, o Mais Educação visava à ampliação da jornada escolar nas escolas públicas de educação básica.

A partir de 2017 o governo federal implementará dois programas diferentes, um para o ensino fundamental e outro para o médio, com a mesma finalidade de apoiar o aumento da duração da jornada escolar.

Para a Confederação Nacional de Municípios (CNM) não estão claras as implicações práticas das novas portarias do MEC.

Menos recursos
A Confederação alerta para o risco de que resultem em menos recursos federais para o ensino fundamental, assim como as mudanças do Programa Brasil Carinhoso - Lei 13.348/2016 - já reduziram recursos para a educação infantil, a fim de viabilizar a ampliação de recursos para o ensino médio, portanto, beneficiando os Estados e o Distrito Federal, em prejuízo dos Municípios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário