DELIM GÁS

DELIM GÁS

9 de abril de 2017

Conheça os personagens e as paisagens do projeto fotográfico 'A Medicina Rural'

"Angélica foi me contar como se caça lagarta-de-fogo. Tudo tem a mesma cor: este sol, a lagarta, seus dois olhos... converso curioso com a menina que parece conhecer mais do Sertão do que eu jamais verei". [Foto autorizada pela mãe e escolhida por Angélica]

Dor e alegria num só olhar. Um sorriso simples para um sentimento complexo. Além do diagnóstico, histórias para compartilhar. Eu me sinto acolhido pelas pessoas e transportado para os cenários que vejo nas fotografias do projeto ‘A Medicina Rural’.

As fotos e as vivências são do médico Alexandre Dantas, que trabalha atendendo comunidades na zonal rural de Jardim do Seridó, no interior do Rio Grande do Norte. Ele compartilha o que encontra de encantador em sua rotina de trabalho. É uma abordagem sensível e poética do nosso povo, da nossa vida.

"Eventualmente, deparo-me com esses exemplares resilientes. As árvores do sertão são como o sertanejo: sob o sol escaldante, fazem questão de dizer "estou viva"."

O projeto nasceu no Instagram. Você pode conferir algumas das belas postagens logo abaixo e seguir @amedicinarural para acompanhar essa saga completa.




"Para o Dia Internacional da Mulher, minha paciente e amiga Luiza: mulher, trans, resiliente, militante, ser humano. Resistindo diariamente sob este sol fervente, Luiza é uma fortaleza sertaneja." (Foto escolhida por ela)



"Quando conheci Dona Salete, mãe do nosso agente Sandoaldo, pensei que fosse irmã dele. Fonte de uma aura iluminada quase palpável, sorrindo em tudo que fala, rejuvenesce sempre que existe dentro da sala e carrega sob as íris um sentimento que vejo na maior parte dos sertanejos: gratidão honesta pela vida, mesmo quando sofrida. Essa vida parece pulsar diante de mim, não se esconde.


Em terra de Dona Salete, tudo o que se planta dá: pessoas, carneiros, cocos, cajás! Vestindo a imagem de seu santo, São Paulo, exibe orgulhosa os limões sicilianos que fez crescer na seca. É que ao redor dela tudo cresce; cresço eu também um pouco". Foto autorizada.

"Um dos meus ambientes de trabalho é um consultório improvisado num quarto cedido por um gentil casal de idosos. A Medicina que me realiza é esta! A que alcança as pessoas. Por isso, tenho dedicado minha profissão ao meu Sertão - obstinado chão, de onde ousei brotar".

Fonte: http://www.embrulhador.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário